Rede Cuidar Norte inicia atendimentos via telemedicina

A Rede Cuidar Norte, instalada em Nova Venécia, iniciou nesta sexta-feira (08) os atendimentos via telemedicina. As consultas são feitas através de videoconferência onde, de um lado fica o médico e do outro o paciente.

Tudo funciona como uma consulta presencial. O médico conversa com o paciente e tira todas as dúvidas em relação aos sintomas e toma as medidas mediante o quadro clínico apresentado.

Um paciente de Ponto Belo recebeu o primeiro atendimento e foi acompanhado de perto pelo secretário de Saúde do município, Robson Roque Coelho, que aprovou a iniciativa. “O paciente gostou muito e nós aprovamos esse novo modelo de atendimento. Além de não precisar viajar em ônibus e aglomerar pessoas no local, ainda evita o desgaste físico com o transporte desses pacientes que já estão, de certa forma, debilitados. O modelo de consulta via telemedicina nos passou a mesma confiabilidade, como se fosse presencial. Eu fiquei muito satisfeito. Acredito que esse modelo veio para ficar, independente da pandemia do coronavírus. Vamos resolver muita coisa com a telemedicina”, disse o secretário de Ponto Belo.

A princípio os atendimentos estão sendo ofertados nas duas especialidades mais demandadas na Rede Cuidar Norte: cardiologia e endocrinologia. Mas o propósito é expandir para todas as especialidades disponíveis na Rede, inclusive exames que já são possíveis fazer via telemedicina.

Nesse primeiro momento as prioridades de atendimentos são pacientes que possuem doenças crônicas e que já vinham recebendo acompanhamento pela Rede Cuidar ou aqueles que apresentam algum agravo de saúde.

Nos casos em que os médicos identificarem a necessidade da presença do paciente, a consulta presencial será realizada acatando todas medidas exigidas de isolamento. Os pacientes dos 14 municípios atendidos pela Rede Cuidar Norte podem fazer a consulta da própria casa. Além disso, as unidades de saúde de cada cidade estão dispondo da estrutura para atender os pacientes que não possuem os equipamentos ou encontram dificuldade de acesso à tecnologia necessária.